You are here

A boa história por trás de uma xícara de café

News
13.01.2021
A boa história por trás da xícara de café

Nucoffee tem em seu DNA a conexão entre origem e demanda através de vivências e experiências de cada produtor, levando para o mundo muito mais que a qualidade dos bons grãos brasileiros 

 

Nucoffee abre as portas do mundo para o café o brasileiro. A plataforma tem como objetivo promover maior integração dentro da cadeia e investir em parcerias que elevem a qualidade da nossa produção e os relacionamentos, oferecendo alta consistência no resultado e abertura de novos mercados. 

O café brasileiro possui qualidade superior devido à experiência de nossos produtores e a integração entre cafeicultores, cooperativas e torrefadores. Nucoffee nasceu para facilitar esse caminho, nasceu com o DNA de conectar as boas histórias, estabelecendo a ligação entre a origem e a demanda. 

E o diferencial nessa boa história está no acesso às tecnologias avançadas e nas orientações e referências técnicas para mais de 4 mil fazendas brasileiras, proporcionando melhores condições ao cultivo, aprimoramento na produção nacional e experiência de levar ao mundo o melhor café brasileiro. 

Essa capacidade do cafeicultor brasileiro em produzir cafés diferenciados leva em consideração o potencial dos cafeeiros e as melhores práticas de cultivo, criando conexões reais, duradouras e sustentáveis através de parcerias que permitem o aprimoramento das tecnologias dentro do campo. 

 

Conexão Raízes: café de qualidade além das fronteiras

Nucoffee participou diretamente da evolução, nos últimos anos, da qualidade dos Cafés do Brasil, padronizando processos através de avançadas tecnologias no cultivo, e o resultado disso é a possibilidade de abertura de novos mercados. 

A participação dos produtores e da Federação dos Cafeicultores do Cerrado Mineiro  foram essenciais para o fortalecimento dessa região para o mundo, abrindo portas para novas conexões que vão além de boas histórias.  

E a busca incessante pela inovação torna o café um meio que interliga essas experiências do campo à origem, descobrindo muitas vezes que a relação comercial vai muito além das fronteiras de compra e venda de bons grãos. 

Assim nasceu Nucoffee “Conexão Raízes”, que mostra grandes vivências por trás da xícara de café. 

O cafeicultor César Jordão, de Monte Carmelo - MG, trabalha há mais de 25 anos com a cultura do café e faz parte da plataforma Nucoffee. Através do programa, César teve acesso a uma oferta agronômica com produtos altamente tecnológicos e eficazes da Syngenta, aprimorando a qualidade dos grãos de cafés especiais e aumentando a produtividade da sua lavoura. 

Com isso, o seu produto conquistou um importante mercado consumidor da Europa: a Polônia.  

A interessante conexão nessa história é que os antepassados da família Jordão vieram da Polônia e da Partição austríaca do território polonês e ucraniano para o Brasil no início do século XX. César Jordão é neto de João Jordão e Ana Felipe Jordão, que nasceram na Polônia, mas que provavelmente emigraram para o Brasil pelo medo da perseguição política. 

Não conhecemos os sobrenomes originais poloneses de meus avós, pois esse tema sempre foi considerado um tabu entre os mais velhos”, explica César. 

OwmDoMTjGDJu7BaVy2B4JEs3mARZEyQq9whgkRio

Mário Jordão, pai de César, mudou-se com a esposa e os filhos nos anos 50 para a cidade de Rolândia, no Paraná, passando a adquirir sua própria fazenda de café nos anos 60. No entanto, uma geada devastadora em 1975 acabou com muitos cafezais da região, deixando a área improdutiva durante anos. 

Neste período, Mário havia conquistado uma propriedade no Cerrado Mineiro e a família Jordão migrou toda a plantação de café para essa região em 1981. César se formou em engenharia agronômica e a partir de 1994 juntou-se à família que, com muito trabalho e dedicação no cultivo de cafezais, desenvolveu novas técnicas e foram se aperfeiçoando cada vez mais na produção de bons grãos.

César é um produtor respeitado e todo o sistema de produção nas fazendas é coordenado e planejado por ele, desde o início da floração até o amadurecimento dos frutos, assim identifica e atende as necessidades de cada lote. 

Ele integra o Nucoffee Artisans, programa em parceria com a UFLA (Universidade Federal de Lavras) que leva uma nova técnica, chamada “fermentação controlada”, para dentro das fazendas de produtores parceiros com o objetivo de não apenas aumentar a qualidade, mas também ampliar os sabores e aromas.

Reconhecida, a iniciativa tem conquistado resultados cada vez mais positivos ao longo dos anos, elevando a pontuação na escala dos grãos especiais. 

Com Nucoffee Artisans, tivemos a oportunidade de aprimorar nosso cultivo de cafés especiais e isso nos conecta de alguma forma com a nossa origem, pois o mercado que conquistamos para esse produto foi justamente a Polônia, lugar de onde a minha família veio. O café nos proporciona momentos como esse, mostrando que os valores adquiridos no campo vão muito além das questões comerciais, são histórias que levamos para a vida!, emociona-se César. 

É um orgulho para Nucoffee integrar produtores que fazem a diferença dentro e fora do campo. César dá continuidade à conexão que ultrapassa as fronteiras do país e aprende, dia a dia, que a dedicação e o amor pela lavoura são ferramentas fundamentais para o sucesso da colheita de um bom café.

Sabor, qualidade e reconhecimento estão entre os adjetivos dos produtores que participam dos projetos da Nucoffee. 

Acesse o site e saiba mais sobre as importantes e inovadoras iniciativas que levam a assinatura Nucoffee.